Não sou eu, não poderia ser. Tenho respeito próprio; tenho uma netinha por quem sinto profundo respeito, é neta do meu carinho, do meu coração, do meu espírito, não mera consequência do sangue; tenho um filho, profissional competente, respeitável, e homem honrado, que para mim é uma religião. Imundícies nada têm a ver comigo. Pergunte a um especialista o que pode uma alma podre fazer nessa área tendo à disposição as ferramentas necessárias. Antecipo a resposta: Qualquer coisa. Quem, sem questionar, aceita isso, é a razão de existir dessa classe de gente; far-me-á grande favor se ficar longe de mim.

Nesse próximo fim de semana não estaremos juntos; voltei-me inteiramente à finalização do trabalho, um deles, que querem impedir ou desmoralizar. Vou sentir falta. Estarei de volta no dia 10 de Outubro.

Pax-et-lux.

_________