Chegado o equinócio, iniciou-se o movimento de regeneração do tempo, um período de reflexão. Não basta, todavia, um tempo renovado; há que se lhe dar significados diversos daqueles dos tempos idos, uma oportunidade de revisão, do interior para o exterior, assim da origem do Universo, energias construtivas compreendidas num restaurado complexo de forças orientado para novas concepções, início das mais estáveis realizações. No equinócio ativam-se os mecanismos da nobreza; realize-a em si mesmo, em si mesma.

Anúncios