Minha experiência para lidar com esta ferramenta era zero, mas, apesar de estar sendo permanentemente atrapalhado, aprendi alguma coisa, a apresentação do blog melhorou, coisas que precisavam ser ditas, tornadas públicas, já o foram, chegou a hora dos fatos. Estou evoluindo para um site aqui mesmo em WordPress. OK, um blog é um site; quero, porém, distinguir este veículo do outro.

Este eu conservarei como diário para comentários gerais e especialmente para a indicação de vinhos razoáveis/bons a preços acessíveis aos interessados de limitado poder aquisitivo – espero contar com a ajuda de um connaissant de minhas relações pessoais – e receitas de pratos finos de rápida e fácil preparação, além de dicas outras para acrescentar um pouco de glamour à rotina das pessoas. Todos sabemos que uma boa quantidade delas considera isso frescura, mas, podem estar certos, há quem apreciaria um jantar diferenciado sem gastos impróprios com a sua namorada ou com a sua mulher em sua própria casa – por que tem de ser em um motel, com uma franco-atiradora? Deve ser na casa de qualquer dos dois, se não moram juntos; se moram, fiquem sozinhos de vez em quando – crianças adoram dormir na casa dos amiguinhos ou na casa da vovó -, por uma noite. Prepare o namorado, o marido, o namorido o jantar, muna-se de um razoável/bom e adequado vinho e de flores, usem um bom perfume, desligue a luz do teto e acenda o abajur; as velas são dispensáveis, mas a delicadeza no olhar, no tato, a voz pausada e contida são essenciais, você sabe, o clima, mas espontâneo, sem teatro, apenas delicadamente. Isso muda tudo. Qualquer casal merece isso; se não merecer…

Que tal dar um basta na vulgaridade, na mesmice e na falta de delicadeza, especialmente com a mulher que enfrenta com você todas as barras?

O outro, o site propriamente dito reservarei para os textos de livros, entre eles A Conspiração e as Meditações, de Marco Aurélio, o Imperador, cuja tradução espero concluir logo; é meu propósito, também, oferecer boa literatura e cultura, não necessariamente de autores best sellers, através de livros usados nos idiomas mais amplamente falados, português, francês, espanhol, italiano e inglês.

Outra coisa: no próximo fim de semana espero colocar aqui um índice para consulta; bem que WordPress dá a dica, mas estou aprendendo. Devagar eu chego lá.

Não deixe de ler o post abaixo. É de hoje.

Anúncios